sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

COLAR DE CROCHE



OLHEM QUE COISA MAIS LINDA!
AINDA DA PARA FAZER PARA O NATAL.

VAGONITE



MEU PRIMEIRO TRABALHO EM VAGONITE,ATÉ QUE FICOU LEGAL,NÃO É?

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

BARRADOS




DEPOIS DE MUITO TEMPO SEM TEMPO. ARRUMEI UMA HORINHA PARA RECOMEÇAR A FAZER O QUE GOSTO, CROCHETAR.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

BORBOLETA


Butterfly
When you love someone so deeply
They become your life
It's easy to succumb to overwhelming fears inside
Blindley I imagined I could
Keep you under glass
Now I understand to hold you
I must open up my hand
And watch you rise

Spread your wings and prepare to fly
For you have become a butterfly
Fly abandonedley into the sun
If you should return to me
We truly were meant to be
So spread your wings and fly
Butterfly

I have learned that beauty
Has to flourish in the light
Wild horses ride unbridled
Or their spirit dies
You have given me the courage
To be all that I can
And truly feel your heart will
Lead you back to me when you're
Ready to land

Spread your wings and prepare to fly
For you have become a butterfly
Fly abandonedly into the sun
If you should return to me
We truly were meant to be
So spread your wings and fly
Butterfly

I can't pretend these tears
Aren't overflowing steadily
I can't prevent this hurt from
Almost overtaking me
But I will stand and say goodbye
For you'll never be mine
Unitl you know the way it feels to fly

Spread your wings and prepare to fly
For you have become a butterfly
Fly abandonedly into the sun
If you should return to me
We truly were meant to be
So spread your wings and fly
Butterfly

Spread your wings and prepare to fly
For you have become a butterfly
Fly abandonedly into the sun
If you should return to me
We truly were meant to be
So spread your wings and fly
Butterfly
So flutter through the sky
Butterfly
Spread your wings and fly
Butterfly

Borboleta
Quando você ama alguém tão profundamente
Eles se tornam parte de sua vida
E é fácil sucumbir a medos opressivos internos
Cegamente eu imaginei
Que poderia te manter dentro de um vidro
Agora eu entendi que para ter você
Eu preciso abrir minhas mãos
E ver você subir

Abra suas asas e prepare-se para voar
Porque você se tornou uma borboleta
Oh, voe livremente rumo ao sol
Se você voltar para mim,
Nós verdadeiramente éramos para ser
Então abra suas asas e voe
Borboleta

Eu aprendi que a beleza
Tem que florescer na luz.
Cavalos selvagens devem correr livres
Ou seus espíritos morrem.
Você deu-me a coragem
Para ser tudo aquilo que eu sempre quis
E sinceramente eu sinto que o seu coração irá
Conduzí-lo de volta para mim quando você
Estiver pronto para pousar

Abra suas asas e prepare-se para voar
Porque você se tornou uma borboleta
Oh, voe livremente rumo ao sol
Se você voltar para mim,
Nós verdadeiramente éramos para ser
Então abra suas asas e voe
Borboleta

Eu não posso fingir que estas lágrimas
não estão caindo sem parar
Eu não posso evitar essa dor
Que está me consumindo
Mas eu suportarei e direi adeus
Porque você nunca será meu
Até que você aprenda a voar

Abra suas asas e prepare para voar
Porque você se tornou uma borboleta
Voe livremente para o sol
Se você voltar pra mim
Nós verdadeiramente éramos para ser
Então abra suas asas e voe
Borboleta

Abra suas asas e prepare para voar
Porque você se tornou uma borboleta
Voe livremente para o sol
Se você voltar pra mim
Nós verdadeiramente éramos para ser
Então abra suas asas e voe
Borboleta
Assim tremule pelo céu
Borboleta
Abra suas asas e voe
Borboleta

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

DECOUPAGE EM SABONETE




ESSES SABONETES SÃO O RESULTADO DE MINHA OFICINA NO COLÉGIO EM QUE TRABALHO, MEUS ALUNOS ADORARAM FAZER E EU ADOREI ENSINAR.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010




PARA INSPIRAR A TODOS QUE POR AQUI PASSAREM, SEI QUE ESTOU UM POUCO OCUPADA, MAS DEPOIS COLOCAREI UMAS COISINHAS DE NATAL QUE ANDO FAZENDO... BJS A TODOS E BONS CROCHÊS.

ENTRANDO NO CLIMA...

sábado, 18 de setembro de 2010

ALMOFADA



TOALHAS E GRAFICOS












DEPOIS DE MUITO TEMPO SEM TEMPO DE POSTAR ALGUMA COISA,ESPERO QUE AGRADE.BJS AS COMPANHEIRAS DE AGULHA

terça-feira, 14 de setembro de 2010

A BORBOLETA AZUL







Havia um viúvo que morava com suas filhas curiosas e inteligentes. As meninas sempre faziam muitas perguntas. Algumas ele sabia responder, outras não.
Como pretendia oferecer a elas a melhor educação, mandou as meninas passarem as férias com um sábio que morava no alto de uma colina. O sábio sempre respondia todas as perguntas sem hesitar.

Impacientes com o sábio, as meninas resolveram inventar uma pergunta que ele não soubesse responder.

Então, uma delas apareceu com uma linda borboleta azul que usaria para pregar uma peça no sábio.

- O que você vai fazer? - perguntou a irmã.

- Vou esconder a borboleta em minhas mãos e perguntar se ela está viva ou morta. Se ele disser que ela está morta, vou abrir minhas mãos e deixá-la voar. Se ele disser que ela está viva, vou apertá-la e esmagá-la. Assim, qualquer resposta que o sábio nos der estará errada!

As duas meninas foram ao encontro dele, que estava meditando.

- Tenho aqui, em minhas mãos, uma borboleta azul. Diga-me sábio: ela está viva ou morta?

Calmamente o sábio sorriu e respondeu:

- Depende de você... A vida dessa borboleta está em suas mãos.


Os acontecimentos de nossa vida, o presente e o futuro, são nossas borboletas azuis.

Somos nós os responsáveis por aquilo que conquistamos, ou não conquistamos.

Não devemos culpar ninguém quando algo dá errado.

A borboleta azul está em nossas mãos, e pelas leis de causa e efeito, estamos gerando hoje as causas dos efeitos do amanhã.

Se o plantio for de trigo, colheremos trigo. Se escolhemos semear plantas venenosas, são estas mesmas que ceifaremos no futuro - neste futuro, ou nos outros futuros das existências que nos aguardam.

Tudo está sob nosso controle: as relações familiares, as resoluções profissionais, os planos da esfera religiosa e as escolhas íntimas.

Não somos simples "joguetes do destino", como afirma o personagem shakespiriano "Romeu". Temos pleno controle sobre os acontecimentos de nossos dias.

Mesmo quando somos pegados de surpresa, por um acontecimento momentoso, devemos lembrar que ele é apenas uma colheita de um plantio passado.

Não nos assustemos com determinismos infantis que a ignorância busca nos impingir.

Somos os capitães de nossas embarcações milenares, e faz-se tempo de assumirmos definitivamente esta responsabilidade.

Depende de você, se o dia será azul ou cinza no coração.

Depende de você, se irá chover ou fazer sol no olhar.

Depende de você, se haverão mais lágrimas ou sorrisos num pôr-de-sol.

Depende de você, se o livro que conta sua saga nesta vida terá um final triste ou feliz.

Depende de você... apenas de você...

segunda-feira, 9 de agosto de 2010